Cabos automotivos: mecânica e elétrica em movimento

Categories:

25 Jul 2019

Cabos automotivos: mecânica e elétrica em movimento

A qualidade dos cabos utilizados em um veículo é muito importante pois, além de garantir o bom funcionamento dos equipamentos, garante a segurança de condutores, passageiros e de quem mais estiver perto do veículo. 

 

Seja pela má qualidade ou por falta de manutenção, cabos automotivos em mau estado podem provocar panes elétricas, falhas no sistema de freios e até elevar o consumo de energia no automóvel, causando acidentes, incêndios e desastres que podem ser fatais. 

 

Pode não parecer, mas os sistemas de cabos utilizados na produção de veículos são bastante complexos. 

 

Você sabia que, em um carro popular, a quantidade de cabos necessária para fazer todas as ligações pode chegar a 800 metros. Já em carros mais sofisticados, como os modelos executivos, que oferecem mais recursos e conforto, essa quantidade pode passar de 3 mil metros.  

 

Basicamente pode-se comprara a instalação elétrica de um veículo a uma “pequena indústria”, com alguns ambientes amenos e outros bastante agressivos. A grande diferença está na potência transmitida: enquanto em indústrias se transmite grandes correntes, nos veículos, a corrente elétrica é bastante baixa – exceto nos cabos de bateria – permitindo a utilização de cabos com seção transversal bem reduzida.  

 

Na crescente busca por redução de consumo de combustível e no ganho de espaço interno nos veículos, os cabos automotivos estão cada vez menores e mais leves. Hoje em dia é comum a utilização de cabos com menos de 0,2 milímetros. 

 

Os cabos que são utilizados no compartimento do motor necessitam, dependendo da proximidade do motor ou da exposição a solventes (óleos e combustíveis) de isolação especial. Nesta área é comum encontrar cabos com isolação em XLPE (polietileno reticulado), polipropileno e até compostos fluorados que, além de serem resistentes a solventes, suportam temperaturas superiores a 200 ºC.  

 

Além dos cabos de potência, os veículos estão utilizando cada vez mais cabos de controle e de dados para aparelhos de som e tecnologias multimídia. E um detalhe importante: esse tipo de cabo deve ser blindado contra campos eletromagnéticos para que não haja interferências na transmissão de dados. 

 

E a tecnologia de cabos não para por aí. Com a chegada dos carros híbridos e elétricos, novos cabos estão sendo desenvolvidos. E esses cabos precisam ter capacidade para conduzir elevadas potências, além de serem compactos, para serem instalados em espaços reduzidos. Por isso necessitam ser bastante resistentes e flexíveis.  

 

Outra revolução no projeto de cabos automotivos está nos carros autônomos que necessitam de grande quantidade de sensores, que transmitem cada vez mais dados. Cabos para esta aplicação precisam ser extremamente confiáveis para que não haja, em hipótese alguma, uma falha de comunicação entre o sistema de acionamento e os sensores de um freio ABS, por exemplo.  

 

Prysmian Group é um dos principais fabricantes de cabos automotivos do mundo e está preparado para atender esta crescente e variada demanda.  

 

Seja lá qual for a complexidade e o grau de segurança exigido, Prysmian tem um tipo de cabo automotivo desenvolvido especialmente para essa aplicação. 

 

Confira nosso portfólio completo de produtos para uso automotivo aqui